Disse o poeta Ferreira Gullar que “a arte existe porque a vida não basta”. Os apaixonados por arte, entre elas a literatura, sabem o quanto isso é verdade. 

E para nós, leitores, muitas vezes o livro também não nos basta. Queremos guardar e revisitar a história contada. Carregá-la conosco, não só na memória, mas materializada.

Dessa ideia nasceu a Maria Leitora. Do desejo de aproximar os personagens, versos e trechos memoráveis dos livros que mais amamos. Do desejo de espalhar arte em casa, no escritório, no vestuário. Da vontade de deitar no sofá e encontrar Dom Quixote estampado na almofada. De tomar café da manhã junto a um poema de Fernando Pessoa impresso no jogo americano. De vestir uma camiseta que reviva o amor de Bentinho por Capitu.

A Maria Leitora deseja, enfim, trazer para o nosso dia a dia a catarse e a beleza da literatura.